Início Сatálogo Viajens de negócios Novidades Solicitação de reserva Informação sobre os vistos Para as agências de viagens Política do pagamento Contatos

Catálogo POR -PROGRAMAS ESPECIAIS E VISITAR -PROGRAMAS ESPECIAIS -ESPORTES: PRÉ AND POST TOURS -FIFA WORLD CUP 2018

Catálogo PORPROGRAMAS ESPECIAIS E VISITARPROGRAMAS ESPECIAISESPORTES: PRÉ AND POST TOURS

A Copa do Mundo FIFA de 2018 será a 21a Copa, e a primeira para ocorrer na Rússia desde 08 de Junho a 08 de Julho de 2018.

As finais contarão com a participação das 32 seleções. Será a primeira Copa do Mundo na Europa Oriental.

O nosso país propus as seguintes cidades para hospedar os jogos: Kaliningrado, Kazan, Krasnodar, Moscou, Nizhny Novgorod, Rostov-sobre-Don, Saõ Petersburgo, Samara, Saransk, Sochi, Volgogrado, Yaroslavl, e Yekaterinburgo.  

Prolonga a sua viagem pela Rússia e aproveite as oportunidades incríveis nestas cidades antes e depois de viajar.

A nossa companhia ‘Territory 007’ oferece alguns tours adicionais fantásticos para os fans de futebol, para que você possa apoiar a sua seleção bem como gozar das várias excursões e visitas personalizadas.

Aqui tem algumas sugestões para excelentes opções antes e depois da viagem nas cidades:

Moscou (a capital da Rússia fundada em 1147 pelo Príncipe Yury Mão-Longa).

Uma visita ao Kremlín, com o território do Kremlín, os catedrais, a Sala de Armas e a Fundação dos Diamantes (O Kemlín de Moscou é um dos maiores conjuntos arquitectônicos do mundo construído durante anos desde os fins do século XV até o século XX. O Kremlín de Moscou tem sempre sido a sede do poder, e atualmente é a residência do Presidente da Rússia. É um conjunto dos museus único, que inclui catedrais-museus, o campanário do Ivan o Grande com a torre e a Sala de Armas Estatal – a tesouraría. No subsolo do Catedral da Anunciação tem uma exposição especial dedicada à arqueología do Kremlín. Os museus do Kremlín contêm obras únicas de arte de vários gêneros, que ilustram a ceremonial das cortes laica e clerical). 

City tour, incl. a Praça Verlmelha (a praça principal da Rússia), o cathedral de São Basílio na Praça Vermelha (o cathedral de São Basílio foi erguído em 1555 – 1561 para comemorar a vitória dos Russos contra o Khanado de Kazan no Primeiro de Outubro de 1552. O Czar Russo Ivan o Terrível mandou a dois arquitetos russos Barma e Postnik construir um monumento em honor da vitória. Diz-se que depois o monarca mandou cegar os mestres para não pudessem crear nada parecido em beleza). O Catedral Do Cristo Salvador (o cathedral principal da Igreja Ortodoxa na Rússia), o Convento Novo da Virgem (o abrigo para damas reais e nobres construído em 1524), Colinas dos Pardais (o ponto mais elevado de Moscou), a Universidade de Moscou e metrô.

A Galería Tretiakóv (um dos maiores museus na Rússia com mais de 100 000 obras de arte – ícones, pinturas, gráfica e esculturas – de todos os períodos da arte Russa. Sua coleçaõ do realism Russo da segunda metade do século XIX é a melhor no país. A coleção da Galería foi iniciada por Pável Tretiakóv, o dono duma usina téxtil lucrativa, quem ficou famoso no munito quando abriu a coleção para o público em 1870. Após a sua morte, a coleção cresceu rapidamente, especialmente depois da Revolução de Outubro, quando colecções dos museus foram privatizadas: as obras compravam-se, foram doadas ou «transferidas» dis outris museus, coleções privadas, catedrais e mosteiros). 

O asilo secreto de Stalin (o asilo foi construído no início da Segunda Guerra Mundial nos arredores do Mercado Izmailovo, e hoje em dia recebe visitants. É uma visita especial, que requer reserva com antecedência).

          Tagansky asilo secreto (construído na época da Guerra Fria no centro de Moscou, em 1951. Este asilo supersecreto serviu como o posto de comando e de comunicação para a União Soviética no evento duma guerra nuclear).

Cruzeiro fluvial Radisson no rio Moskva (disfruta dum cruzeiro relaxante ao longo do rio Moskva ao bordo dum barco moderno)

E mais

São Petersburgo (um porto importante no mar Báltico fundado por Pedro o Grande em 1703).

City tour, com a Fortaleza de São Pedro e São Paulo (a fortaleza original de São Petersburgo fundada por Perdo o Grande em 1703. Consiste de vários prédios ao redor do Catedral de São Pedro e São Paulo, que é onde todos os Czares Russos de Pedro o Grande até Alexandre III foram enterados. Os restos dos Mártires Imperiais Nicolau II e sua família foram também enterrados aqui no 80º aniversário da sua morte em 1998. Em 2006, os restos da Imperatriz-Viúda Maria Feodorovna foram levados de Copenhague para finalmente descancar em paz junto ao seu marido Alexander III), o catedral de São Isac (o maior na cidade, dedicado a São Isac de Dalmatia, o patron de Pedro Primeiro, o Grande, quem nasceu no dia da festa daquele santo), a Igreja do Salvador sobre Sangue (uma das vistas mais importantes da cidade. O nome do templo foi dado porque a igreja fica no local onde o Imperador Alexander II foi mortalmente ferido em 1881).

Hermitage (um museu de arte e cultura. Um dos maiores e mais antigos do mundo. Foi fundado em 1764 por Catarina a Grande. As suas coleções, das quais somente uma pequena parte estã exposta, contam com quase 3 milhões de objetos, inclindo a maior coleção dos quadros do mundo. As coleções ocupam o grande conjunto de 6 prédios históricos ao longo do Aterro do Palácio, incuindo o Palácio do Inverno (a antiga residência dos Imperadores Russos). Também o Palácio Ménshikov, o museu da porcelana, o Armazém e a ala este do prédi do Estado Mairo fazem parte do museu.

Peterhof, o Palácio Grande, o parque com fontes   (Uma série dos palácios e jardins formada Segundo as ordens de Pedro o Grande e frequentemente chamado de Versailles Russo, a pouce distância de São Petersburgo).

Tsarskoe Selo com uma visita ao Palácio de Catarina, a Sala de Âmbar, o Parque (a antiga residência da Família Imperial Russa, que fica a 26 de Sãp Petersburgo na cidade de Pushkin. O Palácio de Catarina, um parque bonito com esculturas e, naturalmente, a famosa Sala de Âmbar são inesquecíveis. A Sala de Âmbar é um conjunto complete de decorações duma sala feito dos paines de âmbar, folhas douradas e espelhos. A Alemahna Nazista roubou a Sala durante a Segunda Guerra Mundial e levou-la a Koeninsberg (atual Kaliningrado). Alí, as pistas da Sala desapareceram, e até hote não se sabe onde a Sala está. Mas os mestres Russos reconstruíram a Sala de Âmbar em 2003, e agora podemos disfrutar duma visita à Sala.   

Pavlovsk com uma visita ao Palácio e o Parque (Pavlovsk fica a 30 km de Sáo Petersburgo perto de Pushkin. A cidade cresceu ao redor do Palácio de Pavlovsk – um dos palácios mais majestosos da Família Imperial).

Um cruzeiro pelos canais de Neva à noite (São Petersburgo é cercado de água, e muitas vistas são melhor observados do rio. Um cruzeiro noturno pela cidade é muito romántico).

Show foclórico no Palácio Nikolaevsky (disfruta dum show folclórico Russo num autêntico palácio, tomando champagne Russo com canapés).

E mais

Kaliningrado (o antigo Koeningsberg, a cidade mais ocidental da Rússia fundada em 1255).

City tour, com o Koeningsberg cathedral (século XIV, uma das vistas mais importantes da cidade), monumento ao Barão von Muenchhausen (o monumeno ao famoso contador das histórias, quem era um aristocrata alemão em século XVIII. O Barão juntou-se ao Exército Russo e combateu Turcos em duas campanhas).

O Museu de Âmbar (inagurado em 1979, fica numa torre erguida ao meio das casas do século XIX no centro de Kaliningrado. A exposição ocupa mais de 1000 metros quadrados. Tem peças de âmbar do peso, color e transparência diferentes, possui também uma seção de ciência. A pedra-de-sol mai grande da Rússia pesa 4,280 kilos e faz parte desta coleção. Uma grande parte da coleção é composta por peças de âmbar com inclusões da flora e fauna, que foram atrapadas pela resina viscosa milhões de anos atrás).

E mais

Kazan – a capital da República de Tatarstan e a capital muçulmana da Rússia (fundada nos fins do século X)

City tour, com o Kremlin de Kazan – Foi erguido por ordem de Ivan o Terrível, sobre as ruínas no antigo castelo dos Khanes de Kazan e foi proclamado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2000. O Kremlín inclui muitos prédios antigos bem como a mesquita de Kol-Sharif, uma das maiores na Rússia.

E mais

Krasnodar (foi fundado em 1794 como uma Fortaleza dos Cossacks para defender as fronteiras Imperiais e para consolidar o domínio Russo sobre a Circassia contestada pela Turquía. Agora é uma cidade grande em Kuban).

Os Dólmens de Krasnodar labirintas de pedra foram encontrados (mas pouco estudados) em toda a região de Cáucaso, incluido Krasnodar. Tão somente 1 hora de carro – e verá monumentos datados de entre o 4o e 2o milénio antes do Cristo. Muitos deles são estruturas retangulares de pedra com aberturas no façade. Estes dolmens encontram-se por todas as partes do Cáucaso de Oeste nos dois lados da cordilheira, numa área de aproximadamente de 12.000 quilómetros quadrados.

E mais

Nizhny Novgorod (a quinta cidade mais grande da Rússia fundada em 1221 nos bancos de Volga)

O Kremlín de Nizhny Novgorod –  O Kremlín começou como uma fortaleza de madeira em Volga, que defendia as fronteiras Este do Principado de Rostov e Suzdal. O Príncipe Dmitry Konstantinovich era o primeiro que reconstruíu em pedra a fortaleza de madeira e terra durante o seu reino na segunda metade do século XIV. A torre central do Kremlín chama-se Dmitrievskaya em sua memória – era a peça de resistência da parte superior do Kremlín. O actual conjunto arquitetônico do Kremlín, como o vemos hoje em dia, começou a formar-se nos inícios do século XVI. Muros de pedra de grande altura conectaram 14 torres, e tinha uma frente bastião na frente da torre Dmitrievskaya. Cada torre tinha o seu próprio fim. As cinco torres rectangulares com portões davam três níveis de fogo, e as oit torres redondas nos cantos do Kremlín não tinham portões mas davam fogo de 4 níveis. O sistema defensivo era perfeito, e a fortaleza era um obstáculo insuperável no caminho dos muitos adversários. O Kremlín de Nizhny Novgorod é um monument arquitetônico único e uma fortificação importante na sua época, construído nos anos 1500-1511. O Museu oferece visitas às exposições históricas nas torres Dmitrievskaya e Ivanovskaya, bem como passeios pelos muros.

E mais

Rostov-sobre-Don (uma cidade portuaria a 32 km do Mar de Azov, fundada em 1749 por decreto da Imperatriz Elizabete, a filha de Pedro o Grande, para controlar o comêrcio com a Turquía).

           City tour, com monumentos pouco comuns.

E mais

 

Samara (a sexta cidade mais grande da Rússia, fundada em 1586 nos bancos do rio Volga)

O Asilo de Stalin (1942) – o Asilo de Stalin é uma principal atração turística de Samara. Anotações no livro das visitas são feitas em todas as línguas, do Arábico ao Hebráico. Mas são os mericanos e os Alemães que mais gostam de chegar aqui. Uma vez o filho do Marechal Erwin Rommel visitou Samara e foi levado ao Asilo e convidado a assinar o livro. Polidamente recusou por ter «medo de o hóspede entrar».

E mais

Saransk (a capital da República de Mordóvia, Rússia, fundada em 1641).

City tour, com monumentos pouco comuns e o Mosteiro Makarov.

E mais

Sochi  (a cidade na costa do Mar Negro, fundada em 1838, o local dos XXII Jogos Olímpicos de Inverno).

        City tour, incluindo objetos Olímpicos, as Cavernas Vorontsóv, o Porto Marítimo.

A Dacha de Stalin – construída em 1937. Stalin frequentemente passava suas vacações aqui. Um local muito popular com os turistas.

O berçário das trutas – Fundado en 1964 para estudos e criação duma comida delicada de peixe — trutas. Truta aroc-iris é uma das espécies criada aqui. O berçário é o maior produtor da truta na Rússia e um dos maiores na Europa. O berçário atualmente estuda, cria e produz truta.

E mais

Volgogrado (a cidade nos bancos do rio Volga, fundada em 1589, mundialmente conhecida pela sua resistência durante a Segunda Guerra Mundial, quando se chamava Stalingrado).

City tour, com atrações principais como o complex memorial na Colina Mamaev Kurgan, casa de Pavlov (a casa tornou-se um bastião no caminho das tropas fascistas à Volga. A batalha para tomar a casa durou por 58 dias e noites).

Cruzeiro por Volga 

E mais

Yaroslavl (a cidade a 250 km de Moscou, uma parte do Anel de Ouro, fundada em 1010 pelo Príncipe Yarosláv o Sábio)

O museu de Yaroslavl – o Mosteiro da Transfiguração do Salvador – o Museu abriu as portas pela primeira vez em 25 de Janeiro de 1865. Durante a sua existência, ao longo de quase um século e meio, sofreu muitas reorganizações e mudanças. Atualmente o museu consiste do Mosteiro da Transfiguração do Nosso Senhor (a Residência do Mitropolita) fundado no século XII com: a Igreja de Elías o Profeta, a Igreja da Epifánia, a Igreja de São Nicolau Nadein, a Igreja de São João Batista e a Igreja do Nascimento do Cristo. Outros ramos do Museu de Yaroslavl incluem o Museu Memorial do cantor de ópera Leonid V. Sobinov, o museu da Fama Militar e um museu Cosmos dedicado à Valentina Tereshkova, a primeira mulher cosmonauta Russa. O território do Mosteiro da Transfiguração do Nosso Senhor contem as exposições principais do museu, incuindo uma obra importante da literature Russa medieval, o poema épico do século XII «A Lenda sobre a Hoste de Igor». Este manusrito singular era mantido pelo mosteiro até o seu descorbimento po Conde Musin-Pushkin, o famoso colecionista, no século XVIII. A coleção total do Museu de Yaroslavl inclui mas de 300,000 peças, que descrevem a história cultural de Yaroslavl. As peças do mosteiro, das sacristías dos templos e das livrarías, entre elas – quadros e livros impressos raros dos séculos XII – XX, ícones dos séculos XVI – XIX, bordados e tecidos dos séculos XV – XIX, ouro e prata dos séculos XVI – XIX, arte folclórica e retratos provinciais, uma coleção arqueológica natural, muitos documentos e fotos são especialmente valiosas. O Museu de Yaroslavl é um centro turístico duma grande popularidade situado no Anel de Ouro. O Mosteiro da Transfiguração do Nosso Senhor e as igrejas mais importantes de Yaroslavl foram incluídos na lista do Patrimônio Mundial pela UNESCO.

E mais

Yekaterinburgo (a quarta cidade mais grande da Rússia, o centro industrial e cultural mais importante de Ural, fundada em 1723).

O Museu de Escultura de Pedra e História das Jóias – o Museu Estatal de Escultura de Pedra e História das Jóias foi fundado em 1992. Está situado no centro histórico de Yekaterinburgo – num prédio da antiga drogaria de minas – um monumento arquitetônico dos inícios do século XIX. O subsolo de Ural é riquíssimo em minerais, por isso a escultura de pedra e produção de jóias são muito desenvolvidas na região. Os artefatos mais antigos (século XVIII) foram feitos na Usian Imperial de Pedra de Yekaterinburgo. Exibem-se objetos únicos de malaquita, jaspe e mármol. Os vistantes também podem ver uma vase de 1,5 metros de altura esculpida com jaspe de Kalkansk. Na «Sala de Ouro», os visitantes podem observer materiais e mármol no contexto da história de arte de joalheria da região de Ural – objetos de prata e de ouro de vários estilos, de Baroco e Rococó do século XVIII até o estilo modernista dos inícios do século XX. Joalheria moderna de Ural está representada pelas obras dos mestres L. Ustiatsev, V. Hramtsov, L. Lesik, V. Vetrov, V. Ustuzhanin, N. Kuznetsova e V. Denisov. Uma excursão «O mundo de fadas das pedras» é feita especialmente para crianças.

City tour, com a Casa Sevastiánov (a atual sede do Governo local), monumentos e parques.

Ganina Yama — 17 km ao norte do Yekaterinburgo. À noite de 17 de Julho de 1918, quanto a Família Romanov foi assassinada, os corpos do Czar Nicolau II da Rússia e sua família (executados na casa Ipátiev) foram levados secretamente à Ganina Yama e jogados na cova. Cana ano, no dia do aniversário de assassinato, um serviço de toda a noite é feito na Igreja de Todos os Santos (Igreja sobre Sangue) no local onde ficara a casa Ipátiev. No amanhecer, a procissão caminha quarto horas até Ganina Yama, onde uma outra cerimônia ocorre. A antiga mina é coberta com lílias para a cerimônia. Em 1998, os restos da Família Imperial foram finalmente enterrados no Catedral de São Pedro e São Paulo em São Petersburgo.

E mais